top of page

Cisto Sinovial: Caroço nas articulações pode reduzir força



A primeira suspeita que passa pela cabeça ao perceber o surgimento de um caroço saliente na mão é de se tratar de um câncer. Porém, só um médico especialista em cirurgia de mão e punho poderá diagnosticar. Em alguns casos, pode ser apenas um cisto sinovial, um tumor benigno, arredondado e mole formado por acúmulo de líquido sinovial – uma substância que serve para lubrificar as articulações.


Por ser benigno, esse cisto não oferece a possibilidade de evoluir para um tumor maligno e nem se alastrar para outras partes do organismo, como metástase. No entanto, se preenchido com líquido sinovial a ponto de evoluir de tamanho e comprimir nervos, tendões e estruturas adjacentes, pode desencadear dor e diminuição ou perda da funcionalidade articular.


Como o cisto sinovial se forma?

Ele surge após um vazamento de líquido pela membrana sinovial, uma fina camada de tecido conjuntivo que recobre as articulações e os tendões. Quando a cápsula da articulação fica fragilizada, por um trauma, ou esforço repetido – as células que a compõem, na tentativa de frear e combater o enfraquecimento articular – acabam produzindo líquido sinovial em excesso e que, ao vazar, forma uma saliência sob a pele.


Quando visível, varia muito de tamanho, podendo ser bem pequeno como um grão de feijão ou até um pouco maior que uma bola de gude.


Sinais e sintomas

Além de aparecerem perto das articulações, os cistos sinoviais são moles, têm formato arredondado e não costumam doer, a não ser no começo, quando o líquido vaza, ou quando crescem demais e comprimem nervos, tendões e estruturas vascularizadas. Nesses casos, o paciente pode sentir, além de dor junto da articulação, sensação de formigamento constante no lugar onde ele cresceu, perda da força e até diminuição da sensibilidade e dormência. Se for invisível, o cisto só será notado se doer ou crescer. Ele também pode desaparecer por algum tempo e retornar junto com a causa que costuma provocá-lo.


O principal sinal de um cisto sinovial é o surgimento de um caroço mole de até 3 centímetros junto de uma articulação, no entanto, também podem surgir outros sintomas como:

  • Dor na articulação

  • Formigamento constante

  • Falta de força na articulação afetada

  • Diminuição da sensibilidade no local afetado


Cisto sinovial na mão ou punho

Pode surgir na mão, dedos ou punho e o tratamento pode ser a compressão com uma tala para imobilização, aspiração do líquido, fisioterapia ou cirurgia. Quem definirá o melhor tratamento para cada caso é o médico ortopedista e traumatologista, especialista em cirurgia da mão.


Opções de tratamentos

Na ausência de sintomas, talvez não seja necessário o uso de medicamentos ou cirurgia, pois muitas vezes os cistos acabam por desaparecer sozinhos.


Mas no caso de o cisto ter um grande tamanho ou provocar dor ou diminuição da força, poderá ser necessário o uso de medicamentos anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Diclofenaco, indicados por um médico.


A aspiração do líquido do cisto é feita no consultório. O procedimento é ambulatorial, feito com anestesia local e uma agulha para retirar o líquido acumulado na região da articulação. Após a aspiração, pode ser injetada uma solução de corticóides para ajudar na cura do cisto.


Quando é necessário fazer cirurgia

A cirurgia do cisto sinovial é feita quando o uso de remédios ou remoção de líquido do cisto não provocaram qualquer melhoria nos sintomas. A cirurgia é feita com anestesia local e consiste na retirada completa do cisto.


Após a cirurgia, o paciente normalmente pode voltar para casa no mesmo dia, devendo permanecer em repouso por pelo menos 1 semana, para evitar que o cisto volta a aparecer. Durante 2 a 4 meses, o médico pode ainda recomendar sessões de fisioterapia para ajudar na recuperação completa do movimento do membro.


A fisioterapia para cisto sinovial pode utilizar técnicas de ultrassom, alongamentos, compressão, ou exercícios – ativos ou resistidos – para diminuir a inflamação e facilitar a drenagem natural do cisto. A fisioterapia deve ser individualizada e é bastante importante para a recuperação do paciente após a cirurgia.


Ficou com dúvidas? O Dr. Eduardo já atendeu diversos casos de cisto sinovial. Agende uma consulta pelo (85) 98182.1607 (WhatsApp)

Comentarios


bottom of page